DESLIGUE O COMPUTADOR E VÁ LER UM LIVRO

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Blogagem Especial


Hoje esse sítio reserva um espaço exclusivo para um tema muito importante. Mais de 250 blogueiros em todo o país se mobilizam em prol da erradicação do analfabetismo.
Provavelmente você conheça alguém que não saiba ler e escrever, ou ainda alguém que apenas reconhece algumas letras e números com dificuldade, os chamados "analfabetos funcionais". Essa é a realidade vivida por MILHÕES DE BRASILEIROS em todo o país. Essa carência não atinge apenas a faixa etária acima de 60 anos, mas também jovens entre 13 e 25 anos.

A educação e a cultura, são as grandes bases para termos menores taxas de violência e miséria. Enquanto toda a população não se mobilizar na erradicação do analfabetismo, teremos que investir pesado em segurança e assistência social.


Pense: Quantas escolas não poderiam ser construídas, ao invés de presídios?


Mas de que forma você e eu poderemos colaborar com a erradicação do analfabetismo?

*Denunciando ao Conselho Tutelar de sua cidade ao encontrar crianças fora da escola.
*Fiscalizando junto ao legislativo, o destino das verbas para a educação.
*Criando projetos voluntários e separando horas de ajuda humanitária para a alfabetização.


O Brasil tem o segundo maior índice de analfabetismo da américa do Sul. Com o comprometimento dos governantes e a sua ajuda, poderemos inverter esse quadro.

Mobilize-se!

3 comentários:

Notícias, Jurídico, Educação disse...

Quantas escolas mesmo não poderiam ser construindas, ao inver de presídios?
Gasta-se com um preso hoje, em média, 1.000 reais, temos aproximadamente 450 mil presos...imagina....quantas escolas não poderiam ser construidas..além de que a criminalidade diminuia e muito..

Abraços e bom final de semana
Neemias

tita coelho disse...

Oi Michel,
estou voltando aos poucos, mas estou voltando :)
Gostei demais do teu post sobre o analfabetismo,e principalmente das soluções que traz!
beijos

Georgia disse...

"Quantas escolas poderiam ser construidas ao invés de prisoes"?

Gostei muito dessa sua pergunta.

Estamos aqui na luta.

Obrigada pela participacao.

Valeu mesmo.

Grande abraco