DESLIGUE O COMPUTADOR E VÁ LER UM LIVRO

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Velório do tio nelson

Velório é um saco. Ainda mais quando é de parente. Só vi o tio uma vez no natal, nunca mais. Pra quê velório? Morreu, enterra! Bando de falsos chorando em cima de corpo gelado. Se era tão querido assim, por que colocar no sanatório? Cretinos. Convulsão é o escambau! Morreu foi de tristeza. Solidão. Recebeu só uma visita num aniversário - meias e cuecas. Rasgou tudo. Achei bom. Ficaram tão bravos que nunca mais foram. Depois que o vô morreu, virou essa bagunça. Duvido que não internaram ele só pra ficar com a fatia da herança. Na hora de descer o caixão, a última homenagem: discurso do irmão mais velho – Cinco minutos de pura falsidade. Não agüentei: “Se ele tá morto a culpa é de vocês!”. Meu pai me virou um tapa na boca. Cheguei em casa, outra surra. Família a gente não escolhe. Se pudesse, escolhia o tio Nelson.

6 comentários:

Mélker de Queirós disse...

Incrível como somos falsos e hipócritas... (digo somos, pra não parecer que estou julgando o mundo e me excluindo da culpa)

tb fico furioso com isso...

Juliana Prado disse...

Muito bom....

enilda disse...

muito bom adorei.lindao.bjs..

enilda disse...

muito bom falsidade e muito cretino.parabens..bjs

ZEPOVO disse...

Vc está cada vez mais "afiado".

VANDRÉ FERNANDO disse...

Em quem você votaria para Governador do Paraná entre os irmãos Dias?
vote na enquete do Blog www.vandrefernando.blogspot.com
ABÇ